Jovens simulam o trabalho dos órgãos das Nações Unidas

Foto: Divulgação

Desde esta quinta-feira (22), alunos do Colégio Martha Falcão participam de uma situação de trabalho dos órgãos que fazem parte da ONU. Essa é a sexta edição do evento, que recebe o nome de Modelo de Organização das Nações Unidas Martha Falcão (Monumf). Até sexta-feira (23), os jovens participam de reuniões e discutem temas como saúde, educação, guerras, fome, meio-ambiente e tantos outros assuntos de interesse para todo o mundo.

A diretora das Instituições Nelly Falcão de Souza (INFS), Nelly Falcão de Souza, explica que o Monumf é organizado pelos próprios alunos do Colégio Martha Falcão, que se mobilizaram e decidiram os temas que são discutidos. “É um evento que permite uma experiência diferenciada aos jovens com trabalho em equipe, como falar em público e se posicionar”, destaca.

Diretora das Instituições Nelly Falcão de Souza (INFS), Nelly Falcão de Souza – Foto: Divulgação

A educadora ainda ressalta que é um evento que ajuda os alunos a entenderem os assuntos que são discutidos na atualidade através de fatos históricos. “Isso mostra a importância de estudar e conhecer a origem de conflitos, pensar nas soluções de problemas e ainda auxiliar na preparação para provas do Enem e vestibulares”, aponta Nelly Falcão.

“É com imensa alegria que eu lidero esta edição, pois desde o 7° ano comecei a ter contato com o mundo das simulações e me encantei com as diversas possibilidades de poder me articular e trocar conhecimento com os outros colegas”, comenta a secretária geral do Monumf, Lorenn Brandão. A aluna do terceiro ano do Ensino Médico conta que já atuou nas outras edições do evento como observadora, staff, delegada, jornalista e diretora de mesa.

Foto: Divulgação

Também fazem parte da organização a Juliana Cambeiro, como secretária acadêmica, e a  Laila Moutinho, como secretária de imprensa, ambas também do terceiro ano. Há ainda a participação dos professores que oferece incentivo e suporte ao evento deste ano, o Ricardo Felipe Caramês e a Keila Cristina Vidinho.

Neste ano, o evento conta com o Comitê dos Direitos Humanos (CDH) que vai discutir o conflito histórico entre Israel e Palestina, e o Júri Jurídico, que julgará quatro casos que fizeram parte do Tribunal de Nuremberg, que foi uma corte internacional criada nos anos 40 para julgar os crimes contra a paz, crimes de guerra e crimes contra a humanidade cometidos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Haverá ainda um comitê que irá simular a votação da “nova Lei de Segurança Nacional (LSN)” pelo Plenário da Câmara. Ao final das sessões, será submetida à Mesa Diretora a proposta da Lei de Defesa do Estado Democrático de Direito, a qual deve substituir a Lei de Segurança Nacional em concordância com a Constituição Nacional vigente.

Outro destaque fica por conta do protocolo na vestimenta dos participantes do Monumf. As alunas deixam de lado o uniforme do Colégio Martha Falcão e adotam um visual mais sério através do tailleurs, enquanto os garotos todos aderem aos ternos, em ambos os casos, impecáveis, já parecendo profissionais atuando no mercado.

Três Comunicação e Marketing

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui