Governo do Amazonas e Prefeitura de Pauini assinam convênio para recuperação da pista de pouso do município

Foto: Diego Peres/Secom

O governador Wilson Lima assinou, na tarde desta quinta-feira (06/05), convênio no valor de R$9,4 milhões com a Prefeitura de Pauini para recuperação da pista de pouso do município, distante 923 quilômetros em linha reta da capital. Segundo Wilson Lima, além de tirar o município do isolamento e garantir o direito de ir e vir do cidadão, a nova pista de pouso vai permitir operações emergenciais como o transporte de pacientes em estado grave de saúde.

Segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), a nova pista terá 1,2 mil metros, sendo 800 metros de para pouso e decolagem. Os serviços incluem remoção de estrutura do pavimento em concreto, asfalto e base; terraplenagem, com limpeza da vegetação nas áreas laterais à pista de pouso, e compactação de aterros.

“Aquele é um município que está praticamente isolado.  Há dificuldade para chegar por via fluvial porque o porto é muito complicado. Há muito tempo que essa pista não recebe aeronaves. Essa obra significa colocar aquele município, da região do Purus, em condições de receber aviões para aquelas situações que são emergenciais, para aquele paciente que está agravado, para levar insumos de forma emergencial e de outros atendimentos”, disse o governador.

O prefeito de Pauini, Renato Afonso, destacou que vai começar o processo licitatório e, após essa etapa, em três meses a pista estará pronta. “O município está dando um passo muito importante. Governos passados tentaram, de várias formas, recuperar a pista. Agora, conseguimos fazer esse convênio entre Prefeitura e Governo do Estado para tirar Pauini do isolamento. É um passo muito importante que estamos dando”, disse o prefeito.

A modernização da pista inclui, ainda, aplicação de concreto asfáltico, plantio de grama comercial nas áreas laterais da pista, drenagem, sarjeta de canteiro central de concreto, sinalização horizontal, pintura de faixa e de setas e zebrados.

Fonte: Secom

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui